Trying to get property of non-object [ On /var/www/virtual/jpop.com/public_html/generatrix/model/youtubeModel.php Line 63 ]
Elma - JPop.com
Artist info
Elma

Elma

Elma


do site amplitude.art.br: [...] Ainda lembro em meados de 2002, quando conheci o Fernando e o Ricardo, o que me chamou a atenção foi que eles, vindos da cidade de Uberaba (MG) e escutando bandas de metal, não visitavam ou nunca visitaram o berço do metal mineiro, Belo Horizonte. A gente falava sobre bandas da Cogumelo discos, sobre Fugazi e Sonic Youth, sobre Entombed e músicos jazz, tudo isso aliado a muita fumaça, desenhos na parede e musica alta... Read more on Last.fm
do site amplitude.art.br: [...] Ainda lembro em meados de 2002, quando conheci o Fernando e o Ricardo, o que me chamou a atenção foi que eles, vindos da cidade de Uberaba (MG) e escutando bandas de metal, não visitavam ou nunca visitaram o berço do metal mineiro, Belo Horizonte. A gente falava sobre bandas da Cogumelo discos, sobre Fugazi e Sonic Youth, sobre Entombed e músicos jazz, tudo isso aliado a muita fumaça, desenhos na parede e musica alta... Em um tape deck antigo, no primeiro apartamento em que eles moraram em São Paulo, me apresentaram uma banda curiosa, ainda sem nome, era uma fita de ensaio com algumas bases pesadas, mas com uma construção complexa e sem vocais... Alias encontrar um vocal ao nível das idéias dos músicos foi um grande enigma, poucos voluntários preenchiam o conhecimento musical dos caras, ou requisitos básicos que vão muito alem de uma camiseta extrema, cabelão comprido e tantos outros clichês conhecidos nos estilos mais pesados. O que fazer? Encontrar um vocal de screamo? Um vocal de grind ou um do estilo que na época estava fervilhando, o tão falado NÜ METAL? A banda fez a opção por permanecer à procura de um vocalista ideal, já que as primeiras experiências que tiveram para vocalista nunca preencheram suas necessidades musicais, e para não perder o rumo das idéias continuaram ensaiando paralelamente com outras bandas das quais eles participavam, sem perder a referencia inicial do som: pesado, experimental, com influencia de vários estilos que doutrinaram os ouvidos dos músicos por mais de 10 anos... Algum tempo depois, por volta de 2004, vem a grande virada... Não, não eles não assinaram com a Sony Music! Nem saíram na capa de uma revista brasileira de musica medíocre que trabalha na base do jabá de gravadoras! Cansados de procurar o vocalista que nunca apareceu, a banda decide trilhar sua jornada como um grupo instrumental. Já como quarteto lançam a sua primeira demo, uma gravação distinta com uma capa preta e prata customizada, feita uma a uma, manualmente. Em 2005, como um quinteto, o experimentalismo de seus novos membros vindos de bandas como Are You God? e My Own Trip tomou forma e foi o grande aliado nessa mudança, Enquanto todo mundo se perguntava “Ué, mas cadê o vocal?”, Fernando na bateria Ricardo no baixo e Bernardo, João e Paulo nas guitarras, espancavam os ouvidos e sentimentos de muitos com estruturas musicais complexas e originais.

Imagine Melvins e Neurosis, Isis e Nasum, Shellac e a fase inicial do Sonic Youth, tudo isso misturado por cinco doidos com um ideal... Fazer musica com coração e alma... E o que ainda é mais bizarro para os padrões brasileiros... Sem o maldito vocalista! Da parte gráfica para uma banda do estilo provavelmente você deve estar imaginando milhares de bolhas de sangue, carcaças empaladas e destruição causadas por bombas nucleares, e é ai que mais uma vez eles fogem dos clichês do estilo: quem assina a arte da capa limpa e conceitual do EP é a artista Ana Starling, com belas e harmoniosas ilustrações.

A masterização do EP também faz a diferença na cena atual com a assinatura de John Golden (responsável pela finalização e masterização de bandas como High on Fire, Neurosis, Sonic Youth e Melvins), e deu um brilho e volume ao que já se tornava um monstro com pouco mais de 9 minutos. Fica aqui a minha mensagem a quem possa interessar, para quem corre atrás de boa musica sem se preocupar com rótulos, para quem está cansado da mesmice que virou o rock brasileiro, Elma é metal para quem gosta de metal, é musica pesada e original! Avante, aliados guerreiros, a batalha esta apenas começando e vocês são uma tocha de esperança para iluminar o caminho de tantos que há muito tempo vem esquecendo o que é ser independente no Brasil! Fazer... Musica honesta! Alexandre Cruz (Farofa) - Garage Fuzz" Read more on Last.fm. User-contributed text is available under the Creative Commons By-SA License; additional terms may apply..
Top Albums

show me more

showing 4 out of 20 albums
Shoutbox
No Comment for this Artist found
Leave a comment


Comments From Around The Web
No blog found
Flickr Images
No images
Related videos
No video found
Tweets
No blogs found