Trying to get property of non-object [ On /var/www/virtual/jpop.com/public_html/generatrix/model/youtubeModel.php Line 63 ]
The Invisibles - JPop.com
Artist info
The Invisibles

The Invisibles

The Invisibles


Se existe no trabalho da banda The Invisibles uma característica aparente, ela pode ser resumida em uma única palavra: canção. Sem se preocupar com discursos ou engajamentos, a banda se entrega ao simples objetivo de compor boas canções, encarando-as como o princípio e o fim de todo o seu processo criativo. Depois de ter seu primeiro disco (Summer, de 2001) mencionado em listas dos melhores do ano de veículos especializados (como a revista Rock Brigade e o fanzine virtual canadense PunkInternational) Read more on Last.fm
Se existe no trabalho da banda The Invisibles uma característica aparente, ela pode ser resumida em uma única palavra: canção. Sem se preocupar com discursos ou engajamentos, a banda se entrega ao simples objetivo de compor boas canções, encarando-as como o princípio e o fim de todo o seu processo criativo. Depois de ter seu primeiro disco (Summer, de 2001) mencionado em listas dos melhores do ano de veículos especializados (como a revista Rock Brigade e o fanzine virtual canadense PunkInternational), ser apontado como Revelação de 2002 pelos leitores da revista Rock Press, e ter emplacado canções em coletâneas no Japão, Estados Unidos, Canadá, Rússia, Holanda e Polônia, o Invisibles retorna com Fireworks, seu segundo álbum. Lançado em Janeiro de 2004, Fireworks traz doze canções em inglês, que combinam guitarras altas e melodias facilmente assobiáveis, transitando pelo rock alternativo, o punk rock e o pop. Produzido por Stanley Zvaig (que tem em seu currículo bandas como Los Hermanos, Carbona, Rivets e Jason), o disco ainda conta com participações especiais de Daniel Develly (do PELVs, tocando moog), Rev. Albuquerque (ex-Canvas, na escaleta), Sketch (teclados), Pedrão (trompetista de apoio de músicos como BNegão e Gérson King Combo) e Flávio Corrêa (DKV) no trombone. Formado em 1996, na cidade de Barra Mansa (RJ), o grupo gravou e divulgou duas demo-tapes antes de assinar contrato com o selo independente carioca Urubuz Records, responsável pela distribuição de seus dois discos.

Os três anos que separam Summer de Fireworks não foram de descanso: o grupo já tocou em cidades como Brasília, São Paulo, Curitiba, Vitória, Itajaí, Santos, Maringá, São Bernardo do Campo, Jundiaí, Belo Horizonte, Vila Velha e Juiz de Fora (além do estado do Rio de Janeiro, capital e interior), e dividiu palco com bandas como Sepultura, Samiam (EUA), Flatcat (Bélgica) e Bulldog (Argentina). Além disso, a banda lançou em Fevereiro de 2002 o videoclipe da canção “29 months”, presente no álbum Summer. Dirigido por Rodrigo Rebouças, o clipe entrou na programação de canais de tv aberta e fechada, sendo anunciado no programa Riff Mtv como “recordista de pedidos por e-mail”. Mais do que diversão ou trabalho, o Invisibles é uma obsessão de seus quatro integrantes. Afinal, antes de serem músicos, são apaixonados por música; e compor é, para eles, apenas uma forma de retribuir por todas as canções que continuamente mudam suas vidas. Como todos sabem, a banda teve seu fim em 2006, assim o The Invisibles desapareçe, mas ficará pra sempre guardado em nossos corações. Para comemorar o fim da banda, e os 10 anos, foi lançado um CD, o Hollywood, excepcional.

Read more on Last.fm. User-contributed text is available under the Creative Commons By-SA License; additional terms may apply..
Top Albums

show me more

showing 4 out of 20 albums
Shoutbox
No Comment for this Artist found
Leave a comment


Comments From Around The Web
No blog found
Flickr Images
No images
Related videos
No video found
Tweets
No blogs found